As Rosas do Caminho

Os dias, às vezes, são cheios de reveses e parecemos atletas exauridos por um exercício exaustivo de lustrar a vida! Mas, curiosamente, fui presenteada com duas rosas hoje ❤ Uma lilás e uma pink! Tão diferentes das cores costumeiras... A cor das duas atraiu minha atenção e no mesmo momento uma afeição nasceu então. Na … Continue lendo As Rosas do Caminho

Sobre Bússolas e Decisões

Você talvez já tenha se encontrado em uma situação um tanto dividida, sem saber o que fazer ou que decisões tomar. As pessoas o tempo todo me dizem isso: "não sei o que fazer", "estou numa sinuca de bico", "estou em um beco sem saída". O QUE VOCÊ FAZ PARA RESOLVER UMA SITUAÇÃO ASSIM? Algumas … Continue lendo Sobre Bússolas e Decisões

A CULPA É DO SR. LOBO!

Dia desses , conversando com o Sr. Lobo, uma expressão nos cai aos ouvidos como um pavio a acender uma série de inflamáveis questionamentos, que certamente já estavam aqui dentro de minha flâmula existencial! "matemática se não for no prazer não rola , como quase tudo na vida" E estava eu, justamente, conspirando comigo e com … Continue lendo A CULPA É DO SR. LOBO!

Quem Foi Que Te Ensinou a Doer?

Socorro !!! Eu estou sentindo tudo, E nada. E doi, Mas não doi. "Desatina sem doer" Doi e eu sinto. Inflama e enrubesce, Sim! Ainda que a alma esteja gritando, Um surdo grito de anseio, Algum ouvido ouviria? Alma alguma sentiria? Doi. Doi! Quem foi que te ensinou a doer? Jundiaí, Seis de novembro de … Continue lendo Quem Foi Que Te Ensinou a Doer?

POESIA DE SEGUNDA #2

Eu li essa poesia no Blog Cura Leitura da querida amiga, Nathalie Louzada 🙂 Precisei compartilhar 🙂 A FLOR E A NÁUSEA Preso à minha classe e a algumas roupas, vou de branco pela rua cinzenta. Melancolias, mercadorias, espreitam-me. Devo seguir até o enjôo? Posso, sem armas, revoltar-me? Olhos sujos no relógio da torre: Não, o … Continue lendo POESIA DE SEGUNDA #2

DESCULPE!

"Desculpe,se pergunto mil vezes as mesmas coisas, se choro ou faço manha, se peço colo e carinho a toda hora. Se sou exagerada em minhas demonstrações de afeto. Se eu dou risada agora e em meia hora estou triste. Se prefiro paz à guerra. Se sou benevolente e  temperante ao invés de maldosa e explosiva. Se não tenho medo e se tenho ignoro. Se não meço esforços pelo que quero.Se diversão pra mim custa … Continue lendo DESCULPE!